Antigo post novo

Por Juliana

Peguei emprestado um post meu mesmo de um blog que tínhamos na época do TCC, gravado na Cidade Tiradentes, periferia da zona leste de São Paulo.

O texto foi escrito em 14/09/2009.

A NOITE EM QUE NÃO VOU DORMIR

Foi um dia tenso na Cidade Tiradentes. Foi um dia tenso na minha vida.

Passar um minuto na Favela Jardim Maravilha faz qualquer um se questionar. Qual o valor da vida de um menino de sete anos que não pode ter um carrinho e brinca de jogar pedra no esgoto a céu aberto que passa do lado do barraco?

Já era noite. Longe da Cidade Tiradentes. Eu tinha conversado com a Grazi pelo celular fazia três minutos. Estava a dez passos da portaria do prédio do meu namorado. Tiros do outro lado da rua. Desespero. Me joguei no chão como quem não tem saída. Lembrei de Deus. Correria. Eu arranhada. E só. Não morri.

Fiquei sem rumo por alguns minutos. Qual o valor da vida?

As crianças do Jardim Maravilha não têm rumo nunca.

Me senti perto da morte. Da violência. Que sensação perturbadora.

E como se sente o menino que não tem o que comer nem onde dormir e sonha com uma casa com pipa, carrinho e sucrilhos?

Por que minha mãe pode me dar um abraço forte e uma bala de côco pra me acalmar? Por que eu posso comer sucrilhos todo dia se eu quiser?

Passei o dia na Favela da Cidade Tiradentes e vi tiro à noite na Vila Mariana.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Juliana

Uma resposta para “Antigo post novo

  1. Bel

    São Paulo sempre nos surpreende, seja para o bem, seja para o mal…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s