Eu não sabia o que escrever, até atropelar um taxi ontem…

(Parodiando o título da Ju!)

É, não adianta colocar pessoas de amarelo com mãos gigantes nas esquinas, não adianta policiar o bairro todo, não adianta fazer comercial engraçadinho com o homem-faixa, a questão da luta (sim luta) dos pedestres x motoristas é “mais embaixo”.

Uma cidade que, desde que inventaram os carros, foi feita para circulação de carros não pode esperar que do dia para noite as pessoas parem nos cruzamentos, dirijam à 60km/h, dêem seta e essas coisas normais que precisam virar lei com direito a punição para serem respeitadas.

Respeito aqui só é respeito se a ausência dele virar ponto na carteira?

Desde os tempos de escola é assim! Você ganha um ‘x’ na lousa ao lado do seu nome se falar durante a aula, você ganha uma anotação na agenda por causa da nota baixa, por causa da falta de educação com a professora, por não ter trazido o material escolar. Não é ameaçando que se educam pessoas. Sabem por quê?

Por que não adianta! Por que ontem estava o maior trânsito na região da Santa Efigênia (centro de São Paulo, capital) e mesmo em velocidade reduzida e sem espaço para cruzar a rua um taxista resolveu que “dava para passar” e no meio do caminho me encontrou (atravessando na faixa) e me derrubou até do outro lado da rua.

Por sorte não vinha vindo outro carro ao lado dele e deu tempo de me levantar. Se um senhor que estava num bar não chama os policiais em ronda o taxista (que estava sem os documentos e acabava de vir do dentista) não teria parado! Não quis anotar a placa, não quis pegar os dados dele, tão pouco que um irresponsável me levasse ao hospital “Me larga que com você eu não ando!” foi tudo que eu disse antes de meu colega, que estava me esperando por perto dali, chegasse e me tirasse literalmente da rodinha de policiais enormes que só me perguntavam: “Você viu o sinal? Você está machucada? Você viu o sinal? Você está machucada?”.

Sai à francesa e deixei o taxista resolver seus problemas, eu que não iria passar o resto da tarde na delegacia fazendo um BO para não dar em nada…

FicaM aS dicaS: NÃO ATRAVESSEM SEM OLHAR O SINAL, SEM OLHAR PARA OS DOIS LADOS DA RUA, SEM TER CERTEZA QUE NÃO TEM NENHUM LOUCO FAZENDO QUALQUER BOBAGEM, a culpa também foi minha por não prestado a atenção em tudo isso!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Izabel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s