Noturno, uma paixão

 Por Juliana

É de tirar o fôlego. De ficar preso na cadeira em vários momentos, por susto, surpresa, concentração, identificação, felicidade.

Pelo quinto ano seguido (viciada assumida), estive na terça-feira no teatro Dias Gomes pra assistir ao musical Noturno, do Oswaldo Montenegro, que em 2011 está completando 20 anos.

A cada vez que chego, ansiosa pra garantir meu bom lugar, passo os instantes que antecedem a primeira cena imaginando o que vai acontecer. Embora a montagem seja a mesma desde o primeiro, é como se meus olhos assimilassem cada uma de um jeito, sempre mais gostoso, inexplicavelmente novo.

E aí o corpo, a cabeça, a alma se desdobram em sensações diversas. É como passar várias vezes pelo mesmo lugar, mas em cada uma perceber que o cheiro, o chão, a caminhada.. mudam. E sempre mudam. Mas a gente também mudou, então os encontros sempre serão novos.

O que não vai mudar é minha vontade cada vez maior de me encontrar todo ano com o Noturno, como se eu tivesse um compromisso de devoção, que, aliás, cumpro com um prazer imensurável. Gosto de pensar que o Noturno também tem esse encontro anual comigo marcado. Assim como uma paixão rápida que deixa saudade durante um ano e depois se renova, fresca e perturbadora.

Não hesite. Vá. Se estiver sem companhia, cá estou eu doidinha pra ir mais uma vez, duas vezes, vinte anos… e vale!

  • Serviço
    Noturno, com direção de Deto Montenegro
    Teatro Dias Gomes – Rua Domingos de Moraes, nº 348 (fica no fundo de uma galeria, pode entrar sem medo)
    Todas as segundas e terças de Novembro, às 21h (abre por volta das 20h15, chegue antes conforme sua ansiedade, pois sempre forma fila)
Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Juliana

2 Respostas para “Noturno, uma paixão

  1. Will

    Não tenho como expressar em palavras o que senti na minha primeira “Noturnada”. Pode parecer baboseira ou clichê de blog, mas eu nunca mais vou enxergar a noite com os mesmos olhos.

    Não tenho tantas apresentações no meu curriculum quanto a Ju, mas eu não resumiria melhor as sensações…

    A partir desse ano, Noturno virou o meu “Roberto Carlos Especial”.

  2. Rê Thomaz

    Você sabe meu amor tb né Ju??? Pena que esse ano não vou poder ir….ano que vem estaremos lá…com ou sem Rita Lee…te amo..bjinhos prima…saudades eternas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s