“Modernidade”

Por Juliana

Na semana passada, uns amigos comentavam sobre as novidades dos apartamentos padrão modernidade total. Uma delas é a existência de lanchonete 24h disponível aos moradores. Afinal, nada mais prazeroso para alguém que levantou às seis, trabalhou dez horas, enfrentou trânsito, caos e estresse do que um lanche “natural industrializado” ou um congelado três vezes mais caro do que no mercado.

Sim, usei de sarcasmo acima. É estranho como pensamos em tantas formas de contornar a correria e em nenhuma  para abrandá-la.

Outra super novidade do apartamento moderno é o uso do iphone para acender a luz. Pasmem! Não me surpreende que as pessoas tenham cada vez menos contato, visto que nem mais o interruptor da sala precisa ser alcançado.

Quem pensou nisso? Fico imaginando se tais inventores usassem dessa criatividade para algo um pouco menos… fútil.

Além de me sentir um ET por não entender isso como moderno coisa nenhuma, sinto tristeza pelos valores que estamos plantando. É uma pena constatar que necessitamos de botões e agilidade para contornar nossa falta de afeto, consequência de um cotidiano hostil e raso.

Não sou contra tecnologias, mas alguns discursos são contraditórios porque, vazios de objetivo, riscos e real valor, perdem o sentido de perpetuação de uma sociedade para o bem comum.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Juliana

Uma resposta para ““Modernidade”

  1. Renata Thomaz

    ¬¬…hahahahahaha……a loka!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s