amar

As vezes acho que as pessoas amam tanto a gente, que nos sufocam.

 

Não deixam a gente ser o que a gente é.

 

Mas não é por mal, é por amor.

 

Dai, nesses casos, o amor mata.

 

Não no sentido literal.

 

Deu pra entender?

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Izabel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s