Desde que você foi embora

Por: Marianna Abdo

Desde que você foi embora eu não chamo mais a mamãe pelo apelido, pois não suporto não ouvir sua risada ao fundo.

Desde que você foi embora eu não vou mais ao ballet porque na volta ninguém vai me perguntar “como foi seu treino?”.

Desde que você foi embora eu disco seu número quando algum famoso morre.

Desde que você foi embora eu não sei o que está acontecendo na política e nem nos negócios do Eike Batista, que você chamava de Elke.

Desde que você foi embora eu não vejo ninguém espiar da janela quando alguém me busca em casa.

Desde que você foi embora eu não encontro um olhar cúmplice quando alguém chato telefona para a mamãe ou uma visita chega sem avisar.

Desde que você foi embora eu não vejo a TV mudar de canal quando aquele personagem chato aparece.

Desde que você foi embora eu não sei quem estará no Roda Viva da TV Cultura.

Desde que você foi embora eu não ouço o cardápio que me aguarda na cozinha enquanto tiro os sapatos ao chegar em casa.

Desde que você foi embora eu não ouço ninguém dizer “filha linda, maravilhosa, eterna e única”.

Desde que você foi embora eu não tenho quem me conte a novela nos dias que não volto para casa.

Desde que você foi embora eu não tenho quem faça cafuné ou esquente meus pés.

Desde que você foi embora eu não pergunto mais se a minha bunda está marcando na calça.

Desde que você foi embora eu sinto vontade de dormir no seu guarda roupa que ainda guarda o cheiro seu.

Desde que você foi embora eu não poupo mais o mundo da minha sinceridade que parece ter somado a sua.

Desde que você foi embora eu vejo você em tudo que é lindo.

Desde que você foi embora eu não tenho de quem falar quando não quero falar de mim.

Desde que você foi embora eu não lembro de tomar minha vitamina e por isso as cápsulas mofaram no frasco.

Desde que você foi embora eu te desobedeço e só penso besteira enquanto dirijo.

Desde que você foi embora eu torço para que o boné que você deixou no banco de trás do meu carro não perca seu cheiro.

Desde que você foi embora eu não encontro mais seu terço no sofá.

Desde que você foi embora eu tenho medo da mamãe casar de novo.

Desde que você foi embora eu ouço a música Emoções todos os dias pela manhã e choro.

Desde que você foi embora eu não encontro mais a toalha de rosto do banheiro ensopada.

Desde que você foi embora eu imito o seu jeito de acariciar o cachorro pra ver se ele fica menos triste.

Desde que você foi embora eu chamo o cachorro de “Milico” como você fazia e ele abana o rabo.

Desde que você foi embora eu não cancelei seu celular.

Desde que você foi embora eu não deletei sua conta no Facebook.

Desde que você foi embora eu acordo durante a noite esperando ouvir sua tosse.

Desde que você foi embora eu descobri que o diafragma é o músculo das emoções e pode doer muito.

Desde que você foi embora eu tento me convencer que você foi embora.

 

 

 

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “Desde que você foi embora

  1. Só tenho uma coisa a dizer, Mari: sobre o Balé, faz 20 anos que faço apenas por mim. Ninguém para me perguntar como foi, ninguém para ir me ver dançar. Apenas pelo quanto me faz sentir viva…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s