Arquivo do mês: julho 2012

Feliz Dia dos Avós

Hoje, dia 26 de julho, celebramos o Dia dos Avós. Para comemorar, o 20tantos compartilha um vídeo lindo preparado por um amigo querido para o Viva Senior.

Vô/Vó,

A vida só pode ser gerada onde existe vida. Em outras palavras, eu não existiria sem você.

Digo isso em todos os sentidos: o que eu sou hoje, é fruto de quem você é, e de tudo que você viveu e compartilhou. E olha você já dividiu mais do que imagina comigo!

Buscando em minhas memórias mais antigas, lembro que os nossos encontros sempre foram mágicos. Acho que é porque os avós podem aproveitar a parte boa dos netos e deixar a parte chata pros pais.

Daqui a um tempo, quando eu tiver cabelos brancos, espero que eu tenha um neto que olhe pra mim com a mesma admiração e o carinho que tenho por você… e que ele saiba que um vô não é um segundo pai, e sim um melhor amigo.

Pode ter certeza que vou contar pra eles sobre uma pessoa inesquecível que me ensinou o quanto é importante cuidar da nossa família e dar valor aos pequenos grandes momentos.

Parabéns pelo seu dia, vô. Parabéns pelo seu dia, vó. E obrigado por tudo que fizeram por mim. ♥

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Marianna

A minha Flip

Por: Marianna Abdo

Começou no dia 4 de julho ou talvez no dia 7 que foi quando cheguei lá ou anos antes quando desejei ir pela primeira vez à Flip – Festa Literária Internacional de Paraty.

Ficou ali nos meus sonhos. Sim, sonhos. Cada um escolhe o seu, não é mesmo? E os sonhos normalmente ficam em um lugar com a plaquinha “Acontecerá na hora certa” que é uma espécie de consolo para as coisas que não têm data, para o que falta coragem, para o que ainda não calculamos a distância. Pois é. Que sorte a minha a hora certa ser no ano em que a famosa Festa comemora 10 anos.

Uma série de coisas permitiu minha hora certa: um pouco de dinheiro no bolso, um companheiro que incentiva, uma mente necessitando de higiene e a vontade de realizar. Coloquei tudo na mochila e parti para Paraty! Não sem antes refletir por dias qual seriam a caneta e o bloco ideais para as anotações. Isso pode arruinar tudo, acreditem.

Não é exagero nem clichê dizer que Paraty inteira fica em festa ou seria eu?  Não sei. Mas seria necessário mais que um pneu furado, um celular quase perdido e algumas horas a mais de viagem para estragar a minha alegria de estar ali.

Na mídia algumas críticas: morna, pouco intimista e elitista. Pra mim foi tudo perfeito. Talvez tenha sido meu olhar apaixonado. Como quando você conhece a pessoa amada e não nota seus defeitos. Pode ser, mas eu amei.

Sobre o que vi ainda escreverei aqui. Compartilharei as descobertas, os escritores que já conhecia e amo mais, as anotações no Moleskine perfeito (encontrei, ufa) e a próxima lista de livros.

Deixe um comentário

Arquivado em Marianna